All for Joomla All for Webmasters


O círculo incandescente



Etiquetas: , , , , , , lâmpada magica, bolo fofo desenho, truques magicos, gelado, caixa de fosforo, vulcão.
Encontre as melhores soluções de Ilusionismo para você.

Rafael era um aprendiz de mago muito medroso.

Apesar de todo o seu poder, não conseguia acreditar em si próprio.

No colégio de magos, todos faziam troça dele, pois nunca era capaz de utilizar a sua varinha magica, uma Bushoni 800, da melhor qualidade.

– De que tens tu medo, pequeno Rafael? – perguntou-lhe Mestretão, o professor de feitiços.

– Tenho medo do desconhecido – respondeu timidamente o aprendiz de mago. – Não sei o que se irá passar, e isso deixa-me um nó na garganta.

– Não te deves fechar em ti próprio, menino, a vida saber-te-á muito melhor se estiveres de coração aberto, sente a alegria de estar vivo e desfruta o poder que tens.

– Mas eu não quero esta varinha, é uma grande responsabilidade e se um dia não lhe der o uso adequado?

– Só experimentando se aprende, Rafael – argumentou o professor – mas está bem; proteger-te-ei de tudo o que é desconhecido com um círculo incandescente, poderás observar, mas não terás que participar até que o coração te diga.

Num abrir e fechar de olhos, Rafael encontrou-se no meio do bosque, no centro de um círculo de fogo.

Estava sozinho.

Caiu a noite e parecia que todos os ruídos eram mais sonoros.

Rafael estava um pouco assustado mas, quando viu que o lobo que se aproximara não podia atravessar o círculo, sentiu-se aliviado: estava a salvo!

Os dias passavam e Rafael vivia encantado dentro do seu círculo protector.

Quando tinha fome, erguia a varinha e todo o género de frutos se apresentava perante ele.

Se tinha sede, atraía os melhores sumos e, se tinha sono, dormia num colchão de musgo.

Tudo corria muito bem até que se sentiu… só!

Foi então que um menino muito parecido com ele apareceu do outro lado do círculo.

Rafael ficou tão contente que começou a dançar.

– Olá! – disse-lhe – queres brincar comigo?

Mas o menino não respondia e, como Rafael desejava a sua amizade mais do que qualquer outra coisa, fez aparecer um gelado de morango com a sua varinha e tentou dar-lho, mas não conseguiu atravessar o círculo de fogo.

– Céus! Como estou aborrecido! O meu professor isolou-me de tudo, de tudo o que é bom e de tudo o que é mau!

– Era o que querias… Eu sou o teu reflexo!

Então, fez-se silêncio.

Rafael também se calou.

Ao fim de algum tempo, começou a imaginar, com todas as suas forças, que abraçava aquele menino tão parecido com ele, e o círculo incandescente apagou-se, com um golpe de vento, dando a Rafael a oportunidade dc se conhecer através da experiência.

Commentários dos Mágicos

Deixe uma resposta

O círculo incandescente | Truques Mágicos