O cavalo sopro veloz

Autor | Julho 31, 2017 | Contos | Comments




Era uma vez uma menina sardenta, de longas tranças da cor do fogo, que se chamava Branca.

Um dia, estava a menina a dormir a sesta ao pé de uma árvore, aproximou-se dela um cavalo transparente, cheio de luz por dentro, que chegou o focinho ao pé da cara de Branca, adormecida.

Branca não sentiu medo algum, pois o cavalo Sopro Veloz era lindo e transmitia tal tranquilidade que inundou de bondade o seu coração.

– Vamos! – Disse-lhe o cavalo.

– Aonde? – Perguntou Branca, perplexa.

– Cumprir a tua missão, já tens idade suficiente, és um ser de luz, os teus longos cabelos assim o indicam, com o meu sopro e a tua vontade acabaremos com os pesadelos das crianças que ficam assustadas com o escuro da noite.

Então Branca, sem pensar duas vezes, montou na garupa de Sopro Veloz com tal determinação que parecia uma
verdadeira amazona.

A caminho dos sonhos dos meninos, Branca perguntou ao animal:

– Quem te mandou buscar-me?

– O destino. És uma menina de coração puro e tinhas de ajudar os outros a deixar de ter medo. És uma feiticeira boa.

– Eu, feiticeira? Pois não me recordo de nada!

– Não te preocupes. Esse é o meu trabalho, fazer com que te recordes. Agarra-te bem, vamos entrar no mundo dos sonhos.

– E isso como se faz?

– Imagina que estás lá.

– Ah, claro!

E, suavemente, para que não despertassem, percorreram os sonhos das crianças.

Ai, lutaram contra terríveis dragões, monstros de sete cabeças, dinossauros, tigres e lobisomens peludos.

Levaram luz onde só havia escuridão, alegria onde vivia a tristeza, calor onde apenas o gelo existia.

Foi então que Sopro Veloz disse:

– Foi um prazer lutar contigo. Tens coragem!

– Obrigada. E, agora, aonde vais?

– Vou para onde de mim precisarem.

– Voltaremos a ver-nos algum dia?

– Procura-me nos teus sonhos – disse, relinchando, o cavalinho… Passarei por ti para te saudar!

Commentários dos Mágicos

lâmpada magica, bolo fofo desenho, truques magicos, gelado, caixa de fosforo.