All for Joomla All for Webmasters


A borboleta



Etiquetas: , , , , lâmpada magica, bolo fofo desenho, truques magicos, gelado, caixa de fosforo, vulcão.
Encontre as melhores soluções de Ilusionismo para você.

Era uma vez um rapaz chamado Manuel que gostava muito da natureza.

Desde muito pequenino que dava passeios pelos campos à volta de sua casa, já que vivia no campo.

Um belo dia, num desses passeios, o seu amigo Tomás disse-lhe;

– Porque não fazemos uma colecção de borboletas? É muito fácil, apanham-se com uma rede e colocam-se num cartão, espetadas com um alfinete, e põe-se um nome.

Manuel, sem pensar muito, aceitou a proposta do seu amigo e lá foram eles, com umas redes, à caça de borboletas.

Decidiram separar-se para procurar cada um por seu lado.

Manuel andou, andou e, passado um bocado, pareceu-lhe ver um movimento pelo canto do olho.

Virou rapidamente a cabeça e viu, sobre uma flor silvestre, a mais linda borboleta que jamais vira na sua vida.

Aproximou-se, com muito cuidado, e atirou-lhe a rede para cima.

Qual não foi o seu espanto quando a borboleta se transformou num estranho ser, vestido com uma túnica de nuvens e um gorro esquisito, pontiagudo.

– Poder-se-á saber que diabo fazes?

– Eu… tentava caçar uma borboleta…

– E para que querias tu caçar uma borboleta? – perguntou o mago – Com que então querias meter-me numa caixa? Cravar-me um alfinete e colocar-me um nome?

O mago fez um gesto com a sua varinha e Manuel viu-se, de repente, dentro de uma caixa gigante.

Uma mão enorme aproximou-se do rapazito e apanhou Manuel pelas… asas!

Sim, de facto, o rapaz transformara-se numa borboleta.

Bom, e o pior não chegara ainda porque o rapaz, ou a borboleta, viu como o punham em cima dc uma cartolina preta enquanto outra mão se aproximava com um alfinete gigantesco, disposta a perfurá-lo como um queijo da Olha.

Nesse momento, despertou, gritando, sentado junto a uma velha árvore.

Parecia, afinal de contas, que fora apenas um sonho.

Quando Tomás chegou, Manuel ouviu uma voz que dizia:

– Nunca destruas aquilo que não podes voltar a construir.

A partir desse dia. Manuel, sempre que vê uma borboleta, saúda-a amavelmente, não vá acontecer que…

Commentários dos Mágicos

Deixe uma resposta

A borboleta | Truques Mágicos